Poemas para o dia das Mães 2020

E continuando nossas homenagens para as queridas mamães hoje trouxemos lindos poemas para o dia das mães 2020, porque mãe não gosta apenas de cuidar dos filhos, elas gostam também de receber uma demonstração de gratidão por isso mesmo que não demonstrem.

Imagine a satisfação de qualquer mãe ao chegar o seu dia de domingo e assim que acordar já receber um lindo poema que demonstra o quanto ela é importante na vida dos filhos e de toda a família.

Um parabéns ainda mais especial deve ser dado aquelas mamães que além de mães, são pais, professoras, aconselheiras, acolhedoras e mil e uma outras coisas, mães que por motivos de força maior se veem na condição de terem que cuidar da família sozinhas, mas mesmo assim não perdem as forças ou esperanças.

Poemas para Mães 2020 – Feliz dia das Mães

Fiquem agora com os mais lindos poemas já escritos destinados a homenagear essas mulheres que nem sempre recebem a homenagem que merecem no seu dia a dia dos mais consagrados poetas.

Poema para Mãe Vinicius de Moraes 2020

MINHA MÃE
Minha mãe, minha mãe, eu tenho medo
Tenho medo da vida, minha mãe.
Canta a doce cantiga que cantavas
Quando eu corria doido ao teu regaço
Com medo dos fantasmas do telhado.
Nina o meu sono cheio de inquietude
Batendo de levinho no meu braço
Que estou com muito medo, minha mãe.
Repousa a luz amiga dos teus olhos
Nos meus olhos sem luz e sem repouso
Dize à dor que me espera eternamente
Para ir embora. Expulsa a angústia imensa
Do meu ser que não quer e que não pode
Dá-me um beijo na fronte dolorida
Que ela arde de febre, minha mãe.

Aninha-me em teu colo como outrora
Dize-me bem baixo assim: — Filho, não temas
Dorme em sossego, que tua mãe não dorme.
Dorme. Os que de há muito te esperavam
Cansados já se foram para longe.
Perto de ti está tua mãezinha
Teu irmão, que o estudo adormeceu
Tuas irmãs pisando de levinho
Para não despertar o sono teu.
Dorme, meu filho, dorme no meu peito
Sonha a felicidade. Velo eu.

Minha mãe, minha mãe, eu tenho medo
Me apavora a renúncia. Dize que eu fique
Dize que eu parta, ó mãe, para a saudade.
Afugenta este espaço que me prende
Afugenta o infinito que me chama
Que eu estou com muito medo, minha mãe.
– Vinicius de Moraes (Rio de Janeiro , 1933). em “O Caminho para a Distância”. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

Poema para Mãe Mario Quintana

MÃE…
São três letras apenas,
As desse nome bendito:
Três letrinhas, nada mais…
E nelas cabe o infinito
E palavra tão pequena
Confessam mesmo os ateus
És do tamanho do céu
E apenas menor do que Deus!

Mario Quintana

Poema para Mãe Braulio Bessa 2020

“Cordel das Mães”

” Vixe…
O cabra pode escolher muita coisa nessa vida…
Ser artilheiro ou goleiro,
pedalar ou correr,
Inté o sabor das coisas a gente pode escolher!
Mas a coisa mais joiada, mais preciosa,
mais arretada da vida da gente,
Simplesmente não se escolhe…
A MÃE!
Ela que é um pedacim de Deus no mêi do mundo,
Um tantim assim de bravura,
e um tantão assim de ternura.
Mãe é doce feito mel de rapadura,
macia feito algodão,
cheirosa feito milho na fogueira
numa noite de São João.
Mãe é pura perfeição,
não tem pra que escolher.
E mesmo assim,
se eu tivesse a graça desse poder,
de todas as mães do mundo,
teria escolhido você!”

(Bráulio Bessa)

Melhores poemas para o dia das Mães 2020

ENSINAMENTOS
Minha mãe achava estudo
a coisa mais fina do mundo.
Não é.
A coisa mais fina do mundo é o sentimento.
Aquele dia de noite, o pai fazendo serão,
ela falou comigo:
“Coitado, até essa hora no serviço pesado”.
Arrumou pão e café, deixou tacho no fogo com água quente,
Não me falou em amor.
Essa palavra de luxo.
– Adélia Prado, em “Bagagem”. Rio de Janeiro: Imago, 1976.

MEIAS IMPRESSÕES DE ANINHA  
(mãe)
Renovadora e reveladora do mundo
A humanidade se renova no teu ventre.
Cria teus filhos,
não os entregue à creche.
Creche é fria, impessoal.
Nunca será um lar
para teu filho.
Ele, pequenino, precisa de ti.
Não o desligues da tua força maternal.

Que pretendes mulher?
Independência, igualdade de condições…
Emprego fora do lar?
És superior àqueles
que procuras imitar.
Tens o dom divino
de ser mãe
Em ti está presente a humanidade.
Mulher, não te deixes castrar.
Serás um animal somente de prazer
e ás vezes nem mais isso.
Frígida, bloqueada, teu orgulho te faz calar.
Tumultuada, fingindo ser o que não és.
Roendo o teu osso negro da amargura.
– Cora Coralina

O Tamanho da Mãe
O Tamanho da Mãe – Clarice Lispector :

À medida que os filhos crescem, a mãe deve diminuir de tamanho. Mas a tendência da gente é continuar a ser enorme.
“À medida que os filhos crescem, a mãe deve diminuir de tamanho. Mas a tendência da gente é continuar a ser enorme.”

Bom, são tantas opções de poemas que não caberia em apenas um post, mas para quem deseja encontrar mais poemas de Fernando Pessoa, Padre Fabio de Melo, Carlos Drummond de Andrade entre outros poderá encontrar na internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *